sábado, 13 de fevereiro de 2010

O Sol dormindo




O sol está dormindo em silêncio
Uma vez em um século
Melancólicos oceanos calmos e vermelhos
Carícias ardentes ao dormir

Por meus sonhos eu continuo minha vida
Por desejos eu contemplo a minha noite
A verdade no fim do tempo
Perder a fé se torna um crime

Eu desejo que esta noite
dure por uma vida
As trevas em volta de mim
Margens de um oceano solar
Oh, como eu desejo me por com o sol
Dormindo
Chorando
Com você

Sofrimento é o que tem em um coração humano
De meu deus eu irei me despedir
Eu velejei sob mil luas
Nunca achando para onde ir

Duzentos e vinte e dois dias de luz
Serão trocados por uma noite
Um momento para o poeta tocar
Até que não haja mais nada a se dizer

Eu desejo para esta noite
Para ser a última de uma vida
As trevas em volta de mim
Margens de um mar solar
Oh, como eu desejo afundar com o sol
Dormindo
Chorando
Com você

Um comentário:

Dessa disse...

"Eu desejo que esta noite
dure por uma vida" essa parte aqui, me lembro um certo dia, eu queria que nunca tivesse passado.